quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Nem parece um 7 de Setembro

O período da ditadura militar parece ter desgraçado tudo mesmo. Naquela época, o cidadão foi "convencido" que amar o país era uma obrigação. O povo fazia festa nas ruas no dia da Independência do Brasil, uma coisa linda. Mas hoje, percebemos que aquele sentimento patriótico quase não existe mais. Qual criancinha pede ao pai para comprar uma bandeirinha do Brasil hoje em dia?

Será mesmo que os militares daquela época "criaram" um falso sentimento patriótico na população ou, depois de algumas decepções com os governos democráticos pós-ditadura, a população perdeu a alegria de amar um país que não respeita o cidadão e seus direitos?

Não troco a tristeza de nosso momento democrático pela alegria patriótica do momento ditadura militar, nunca. Ainda acredito na democracia e no poder que esse sistema de governo pode proporcionar a uma nação. No entanto, nossa democracia apresenta muitas falhas e, acredito eu, é o motivador de tanta descrença em nosso país.

Com serviços públicos deficientes, o povo deixa de acreditar em seus próprios direitos, perde a esperança em dias melhores e traz para sua vida um sentimento de letargia e descrença. Não precisamos de uma ditadura militar para revigorar nosso patriotismo. Precisamos, na verdade, melhorar a rede de atendimento à população, tornar os serviços públicos eficientes, respeitar as pessoas e garantir seus direitos. Sentir-se cidadão está diretamente relacionado a amar seu país.

Feliz 7 de Setembro.

Um comentário:

  1. Não poderia ser mais objetivo. É realmente uma pena ver uma data tão importante para o pais passar de forma tão indiferente aos olhos da população. Espero que isso possa mundar.

    ResponderExcluir

Faça aqui um comentário sobre o post.