terça-feira, 27 de setembro de 2011

Cinema é diversão, esqueceu?

Como diz o artista, somos um animal de fases. Já passei pela fase crítica e analítica, que sempre fazia de mim um chato infeliz por nunca encontrar a obra de arte perfeita no cinema, quadrinhos ou música. Não sou mais assim. Coincidentemente (ou não) chego ao 30 anos com um olhar diferente sobre o mundo e os momentos que o preenchem.

Os fios brancos pesam na consciência e permitem que descubra que nem tudo deve ser levado a sério. Hoje, para mim, divertir-se é mais importante que criticar. Para muitos, ir ao cinema é realizar análises profundas de roteiro, fotografia, trilha sonora, elenco, etc.

Deixe-me contar um segredo que aprendi com meus ainda poucos cabelos brancos: não há obra cultural perfeita. Até em "Watchmen", "O Poderoso Chefão", "O Senhor dos Anéis", obras dos quadrinhos, cinema e literatura mundialmente reconhecidos, há falhas. A diversão, porém, não deve acabar por causa disso. Aprendamos, assim, a "curtir" as coisas. Acredite em mim, você irá sorrir mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui um comentário sobre o post.